Teresa Silva

Teresa Silva & Filipe Pereira | o que fica do que passa 

13 Setembro, sexta | 21h30 * | Fábrica de Cultura, Minde
21 Setembro, sábado | 21h30** | Centro Cultural do Cartaxo, Cartaxo
Dança
M/12 | 30min (aprox)
6€ bilhete inteiro / 3€ descontos

*noite dupla: Orifice Paradis, Ana Rita Teodoro +info
**noite dupla: Cascas d’OvO, Lander Patrick  +info

Estreia
Foco: Jovens Criadores
Co-produção FMD
Artista associada MD
Conversa após o espectáculo

Co-apresentação Alkantara
Com o apoio Départs/Programa Cultura da União Europeia

 

Uma fantasia sem nome que entra de rompante, onde o desafio é apenas sentir.

Não quero indagar o mistério. Deixo-me ficar no claro-escuro. É entre aquilo que se vê e aquilo que se imagina, que a coisa se manifesta. Nomear seria matar a coisa. Ela desfruta precisamente da pluralidade e da estranheza. Tenho impressões de gestos arritmados e inconsequentes, de um estado desprendido e de uma fantasia. Ela que deseja, prova, destrói, usa, transforma-se, confunde-se e deslumbra-se, entra de rompante. O lugar é cinzento e mutante, não sei se é maquinal ou natural, mas tem qualquer coisa de orgânico que o faz ser vivo, como ela. Eles co-habitam, ambos inconstantes, porque não se pode prever o que virá, só se pode estar no agora.
Estes são os meus delírios temporários quando olho a coisa. Provavelmente são imagens que tenho na minha cabeça.
Na verdade, acho que ao ver a coisa estou é a ver-me a mim.
Talvez a aventura aqui, seja só sentir.
Dar-se a possibilidade de ter, por momentos, um olho que sente.

 

Ficha Artística

Ideia inicial Teresa Silva
Criação, Luz e Sonoplastia Filipe Pereira e Teresa Silva
Coreografia Teresa Silva
Espaço cénico Filipe Pereira Interpretação Teresa Silva com Filipe Pereira
Aconselhamento dramatúrgico Rita Natálio Apoio técnico ao espaço cénico Carlos Ramos Residências artísticas O Espaço do Tempo, Residências ON/OFF (Guimarães 2012), Alkantara, Ponto de Encontro (Casa Municipal da Juventude, C.M. Almada), Centro Cultural do Cartaxo, O Rumo do Fumo, Atelier Re.al
Produção e difusão Materiais Diversos
Co-produção Festival Materiais Diversos e Fundação Calouste Gulbenkian
Agradecimentos André Soares, Elizabete Francisca, Francisca Pinto e Maria Lemos

 



Biografia

Teresa Silva (1988, Lisboa) inicia os estudos na Escola de Dança do Conservatório Nacional. Completa a Escola Superior de Dança e o PEPCC do Fórum Dança. Criou 5 peças, duas das quais em colaboração com Elizabete Francisca. Integra desde 2007 criações de coreógrafos como Loïc Touzé, Luís Guerra, Tânia Carvalho, Ana Borralho e João Galante, Sofia Dias & Vítor Roriz, entre outros. É intérprete na nova criação de Tiago Guedes, Hoje, a estrear em Dezembo na Culturgest.

+info

 

Teresa Silva no Festival Materiais Diversos

Um Espanto não se Espera | 2011
Leva a mão que eu levo o braço | 2010

 

Galeria de Fotos