Festival Materiais Diversos começa a 14 de setembro

Festival Materiais Diversos

 


O Festival Materiais Diversos 2017 começa a 14 de setembro e prolonga-se até dia 23 com atividades em três salas de espetáculos e outros cinco espaços de Minde, Alcanena e Cartaxo.

No Festival Materiais Diversos o público está sempre no “centro do palco” e a edição de 2017 não será exceção, com um programa cuidadosamente desenhado em torno do diálogo entre artistas e público, entre palco e plateia, as transações e transformações que este propicia. A nona edição do festival de artes performativas reúne mais de sessenta criadores portugueses e estrangeiros, artistas jovens e consagrados, apresenta 10 espetáculos de dança, teatro e música, dois em estreia absoluta e um em estreia nacional, promove conversas, encontros e ações de formação, exibe filmes e consagra Noites Longas ao convívio com o Bons Sons.

GATILHO DA FELICIDADE de Ana Borralho & João Galante marca a abertura no dia 14 de setembro, levando ao palco do Cine-Teatro São Pedro 12 jovens do concelho de Alcanena. Para o primeiro fim-de-semana do evento estão agendados mais cinco espetáculos e múltiplas atividades, onde diálogo, partilha e reflexão aberta ao público serão uma constante, predominando em 2017 o que Elisabete Paiva, Diretora artística, descreve como “uma vontade de interpelação aos espectadores que todos somos e aos lugares onde e donde vemos os espetáculos. Separados pela condição temporária e intermutável de ver ou de fazer, encontramo-nos na esperança de partilhar o mundo imaginado, entre entendimentos e diferendos, para nos transformarmos em ambos os sentidos e em novas direções”.

Seja como protagonista dos projetos apresentados, seja como anfitrião dos artistas e visitantes que se deslocam para participar no evento, seja também porque promover o acesso e levar a criação artística contemporânea a localidades fora dos grandes centros culturais, são aspetos centrais da atuação da Associação Materiais Diversos, o público, em especial as populações locais, mantém-se na génese, é ponto de partida e de chegada do festival que há nove anos percorre palcos e localidades das regiões do Médio Tejo e Lezíria.

 

Mais informações e toda a programação AQUI.